segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

APROVADOS PROJETOS PDDU E CÓDIGO DE OBRAS

A Câmara de Vereadores de Cruz das Almas, aprovou o PDDU - Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e o CÓDIGO DE OBRAS, no segundo semestre de 2008. Houve falhas na comunicação entre os poderes municipais e por essa razão, a população não ficou sabendo. AGORA É LEI.

Um comentário:

orlando braz disse...

Estavamos representando o Conselho Tutelar de Cruz das Almas -BA, e participamos de quase todas as reuniões do PDDU, inclusive nós apresentamos uma outra sigla; sabe porque? PDDU - Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, (só Urbano e a zona Rural fica como?) e porque não PDDCA - Plano Diretor de Desenvolvimento de Cruz das Almas, a minha indicação foi aprovada pela plenária agora depois na Camara foi feito a vontade do povo ou não! quem sou eu Orlando Braz, conhecido como ORLANDO BRAZ DO CONSELHO TUTELAR, quando Presidente do CT.honrei a camisa em que estava usando.Os cruzalmense realmente não tomou conhecimento, os responsaveis pelo evento até que avisou, se for dito que não foi satisfatoriamente divulgado isso é verdade a divulgação foi pouca.
Foi tratado referente o espadrodomo, só que a turma do deixa disso do governo atual abortou o assunto, só o secretário de administração lutou a favor. Foi aprovado a casa dos Conselhos onde seria a séde do CT. cadê, o gato comeu; Foi aprovado tudo pelo povo e pelas Entidades a Casa de Passagem, cadê o gato tambem comeu? Tenho a relação do que o povo aprovou estarei colocando no meu blog, antes vou fazer uma pesquisa do que foi aprovado na Camara pelos representante do povo ou será que eles representam o interesse de quem? e depois farei uma comparação neste blog. wwworlandobrazconselheirotutelar.blogspot.com. Lá já tem outros assuntos tipo CEC e as cadeiras quebradas e alunos ouvindo as aulas em pé. e segundo informação os braços das cadeiras ainda estão lá quebrados, quem sabe precisa de um ortopedista, aquele que engessa braços. Um aluno do virgildásio Sena, acabou de entra na sala de redação, e declarou: Não é só no CEC, lá também no Virgildásio não tém cadeira suficiente e as que existem boa parte estão quebradas; O aluno pediu para não ser indentificado e não pode mesmo porque é adolescente. Apropósito Lei a Lei 8.069/90.